Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CNJ lança campanha em busca de emprego para ex-presidiários

BRASÍLIA - O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF) gastaram cerca de R$ 105 mil para lançar uma campanha de reinserção de ex-presidiários no mercado de trabalho. O custo é relativo à produção das peças publicitárias, já que a adesão de emissoras de rádio e TV é voluntária para a divulgação gratuita da campanha.

Valor Online |

Segundo a assessoria do CNJ, dois filmetes para TV custaram R$ 87,11 mil e um spot para o rádio, R$ 17,21 mil, cada um com 30 segundos de duração, produzidos pela Fundação Padre Anchieta. A campanha institucional começou a ser veiculada ontem, com apelos para que se acabe com o preconceito, e duração prevista até fevereiro de 2009.

O programa " Começar de Novo " busca sensibilizar os empresários a empregarem condenados que já cumpriram suas penas e têm dificuldade de retorno ao mercado de trabalho. O CNJ também vai criar um sistema de " bolsa de vagas " para centralizar a distribuição da oferta de postos de trabalho.

A primeira iniciativa nesse sentido foi a assintaura de convênio entre a Corte Suprema e o governo do Distrito Federal, que se propõe a receber em 2009, 40 pessoas sentenciadas, egressas de prisões. O programa é parte de um projeto do CNJ/STF para melhoria do sistema penitenciário e reinclusão social dos ex-presos. Hoje o Brasil possui aproximadamente 440 mil presos, segundo o STF.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG