Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CNI: vendas da indústria caíram 9,9% em novembro

Os indicadores industriais da Confederação Nacional da Indústria (CNI) relativos a novembro de 2008 confirmam a tendência de queda da produção industrial provocada pela crise financeira internacional. O faturamento real da indústria brasileira, segundo a pesquisa, recuou 9,9% em novembro em comparação com outubro na série com ajuste sazonal.

Agência Estado |

Na comparação de novembro com igual período de 2007, houve queda de 7%. No acumulado do ano, entretanto, o indicador permanece positivo, com alta de 6,4% de janeiro a novembro em relação aos mesmos 11 meses do ano anterior.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria caiu um ponto porcentual em novembro em relação a outubro de 2008, passando de 82,6% para 81,6% na série dessazonalizada. Na comparação com novembro de 2007, o recuo é maior, já que naquele mês a indústria operava a 83,4% de sua capacidade instalada.

As horas trabalhadas na indústria registraram queda de 1,5% em novembro ante outubro, na série com ajuste sazonal. No confronto com novembro de 2007, porém, o número é positivo, em 1,4%. No acumulado do ano (janeiro a novembro de 2008), houve crescimento de 5,6% em relação a igual período de 2007. A queda nas horas trabalhadas em novembro ante outubro é a maior na comparação mensal da série histórica da CNI, iniciada em janeiro de 2003.

O mesmo recorde negativo foi verificado no índice de emprego na indústria, que caiu 0,6% em novembro ante outubro. O emprego, porém, registrou crescimento de 2,9% na comparação com novembro de 2007. No acumulado de janeiro a novembro, o índice é positivo em 4,2%.

Segundo a CNI a massa salarial real paga pelas empresas industriais cresceu 3,4% em novembro em relação a igual período de 2007. Para esse indicador, não há comparação mensal.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG