Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CNI projeta crescimento de 2,4% para economia brasileira em 2009

BRASÍLIA - Por efeito da crise mundial, a economia brasileira deve sofrer forte desaceleração em 2009, com o crescimento real em torno de 2,4% ante os 5,7% estimados para 2008, revela a Confederação Nacional da Indústria (CNI). O ritmo de expansão do consumo interno, dos investimentos e da demanda externa deve perder intensidade.

Valor Online |

O economista-chefe da CNI, Flávio Castelo Branco, prevê uma retração de 1,5% para a economia brasileira no quarto trimestre deste ano. "Não fosse isso, o PIB em 2008 cresceria acima de 6%", observou.

Projeções divulgadas há pouco pela entidade apontam que a indústria deve ter crescimento real de apenas 1,8%, cerca de um terço da expansão de 6% para 2008.

A taxa de investimentos medida pela formação bruta de capital fixo deve ceder a 3%. Para este ano, a previsão é de alta de 14,4% em relação a 2007. Quanto ao consumo das famílias, a expectativa é de elevação de 3% após avanço de 6,1% neste calendário.

A taxa de desemprego deve subir para 8,2% em 2009, contra 7,9% projetados para este ano. Os empresários aguardam um acomodação da inflação medida pelo IPCA para em torno de 4,8% em 2009, próximo do centro da meta de 4,5%. Já neste exercício, o IPCA previsto é de 6,2%, perto do teto de 6,5% da meta.

A CNI também espera que a perda de dinamismo da economia leve o Banco Central (BC) a cortar o custo do dinheiro, estimando taxa Selic em 11,25% ao fim de 2009.

A taxa de câmbio deve se manter valorizada com média em R$ 2,35 ante R$ 1,83 para este ano. Com a previsão de recessão mundial, o saldo comercial brasileiro deve ser superavitário em US$ 15 bilhões perante os US$ 24 bilhões para 2008. As exportações no ano que vem são estimadas em US$ 170 bilhões e importações de US$ 155 bilhões.

Por fim, a CNI espera uma deterioração maior para a conta corrente externa, com déficit estimado em US$ 30 bilhões em 2009.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG