Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CNI: consumidor segue otimista com economia em junho

O otimismo do consumidor brasileiro com a situação geral da economia manteve-se estável, porém em patamar elevado, em junho ante maio, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI)

AE |

O otimismo do consumidor brasileiro com a situação geral da economia manteve-se estável, porém em patamar elevado, em junho ante maio, segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI). No mês passado, o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (Inec), calculado pela entidade em parceria com o Ibope, totalizou 114,7 pontos, ficando 0,1% acima dos 114,6 pontos verificados em maio. Na comparação com junho do ano passado, quando o Inec foi de 110,3 pontos, o avanço foi de 4,1%, Além disso, a pontuação de junho de 2010 indica que o Inec está 5,6% acima de sua média histórica.

O Inec é calculado com base nas expectativas dos consumidores em relação a seis variáveis da economia: inflação, desemprego, renda pessoal, situação financeira, endividamento e compras de bem de maior valor. Desses seis itens, em quatro houve melhora das expectativas de maio para junho. O principal destaque vai para a percepção dos consumidores quanto à inflação. Segundo a CNI, a expectativa de que a inflação vai cair subiu 1,7% de um mês para o outro. O índice que mede a situação financeira individual subiu 1,3% de maio para junho e o que mede a redução do endividamento aumentou 1%. Também houve otimismo com relação à expectativa da renda pessoal, cujo indicador subiu 0,7% de um mês para o outro. As quedas de maio para junho foram verificadas nos índices que medem ao desemprego (-3%) e a expectativa de compra de bens de maior valor (-0,8%).

Leia tudo sobre: ECONOMICO-ECONOMIA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG