Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CMN confirma exigibilidade maior para crédito rural

SÃO PAULO - O Conselho Monetário Nacional (CMN) regulamentou na noite de hoje o aumento da destinação obrigatória de recursos da poupança rural para empréstimos ao setor agropecuário. A medida, que deve significar uma aplicação adicional de R$ 2,5 bilhões neste tipo de operação, tinha sido antecipada na manhã de hoje pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Valor Online |

A nova norma eleva de 65% para 70% a exigibilidade de aplicação dos recursos da poupança rural em empréstimos para o setor e ao mesmo tempo reduz o recolhimento compulsório sobre os mesmos depósitos de 20% para 15%.

Segundo o CMN, as medidas têm validade entre 1º de novembro deste ano até 30 de junho de 2009.

A resolução estabelece ainda que, no mínimo, 60% dos recursos da exigibilidade sejam destinados exclusivamente a operações de credito rural. O restante poderá ser aplicado em Cédulas do Produto Rural (CPR), "abrangendo inclusive aquelas em poder da agroindústria, cooperativas, fornecedores de insumos e tradings".

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG