Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

CMN antecipa mudança no registro contábil de venda de carteiras

BRASÍLIA - O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu que vale a partir de amanhã, para novas operações, a regra que trata da classificação e registro contábil diferida de lucros ou prejuízos envolvidos na venda de carteiras de crédito de um banco para outro. Os efeitos dessas transações poderão ser diluídos pelo prazo de vigência da operação.

Valor Online |

Trata-se de uma antecipação de regra anunciada em janeiro deste ano, mas que só será obrigatória a partir de janeiro de 2009.

O chefe do Departamento de Normas do Banco Central (BC), Amaro Gomes, admitiu que é mais um incentivo para as compras de carteiras de crédito de bancos de menor porte por bancos maiores, estimuladas pela autoridade monetária nesse período agudo da crise financeira internacional para ampliar a liquidez bancária, e a oferta de crédito a pessoas físicas e jurídicas.

"O entendimento é de que a medida vai facilitar a negociação e a precificação mais adequada dessas cessões de crédito", afirmou Gomes. Com a antecipação, a diluição de prejuízos já pode começar a ser feita nos balanços de 2008, completou.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG