Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Clube de Paris recebe bem proposta argentina de pagar dívida com grupo

Paris, 18 set (EFE).- O Clube de Paris recebeu bem hoje a proposta argentina de pagar toda a dívida com o grupo de credores e anunciou que continuará as negociações com as autoridades de Buenos Aires para alcançar um acordo sobre o assunto.

EFE |

O Clube de Paris realizou uma reunião ordinária na quarta-feira, na qual tratou sobre a proposta feita em 2 de setembro pela presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, de pagar com reservas monetárias a dívida de US$ 6,706 bilhões.

Após esta primeira reunião para discutir a proposta argentina, que terminou altas horas da noite, o Clube de Paris emitiu hoje um comunicado no qual manifesta que dá as "boas-vindas ao anúncio da presidente Cristina Fernández de Kirchner de que o Governo argentino tem a intenção de pagar toda sua dívida com o Clube de Paris".

"Depois da decisão da presidente, continuam os contatos entre o Clube de Paris e as autoridades argentinas para a implementação deste pagamento, que representaria um passo importante para a normalização da relação da Argentina com todos os seus credores externos", acrescentou o comunicado.

Um porta-voz do Clube de Paris disse que as negociações serão retomadas "nos próximos dias", mas ressaltou que "não há uma data".

O porta-voz se limitou a lembrar que este grupo de credores públicos realiza uma reunião por mês em Paris, mas, entre cada uma delas, continua trabalhando com os países que lhe devem dinheiro, e tecnicamente poderia haver um acordo com a Argentina nestes intervalos.

A fonte não quis comentar quais foram os obstáculos para conseguir um compromisso, e também não cifrou o valor total da dívida argentina, mas se referiu ao anúncio da presidente argentina.

Cristina disse no início do mês que seriam cancelados os débitos em moratória desde 2001 com o Clube de Paris, no valor de aproximadamente US$ 6,7 bilhões, mas meios próximos aos credores informaram que o grupo calculou a dívida argentina em cerca de US$ 7,9 bilhões.

Na reunião de ontem, a portas fechadas, teria sido discutido o valor que a Argentina deve a cada país. EFE ac/fh/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG