Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Clima para negócios bate recorde negativo na A.Latina

Rio de Janeiro, 18 fev (EFE).- O Índice de Clima Econômico (ICE) atingiu seu pior clima na América Latina (2,9 pontos), desde que começou a ser medido, em 1990, pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e pelo Instituto de Estudos Econômicos da Universidade de Munique (Ifo), da Alemanha.

EFE |

O ICE é uma média de outros dois índices, um dos quais, o Índice de Expectativas (IE), também bateu sua pior marca histórica, com 2,3 pontos, enquanto o Índice de Situação Atual (ISA) caiu de 4,2 pontos, em outubro de 2008, para 3,4 em janeiro, batendo seu nível mais baixo desde outubro de 2002, quando foi de 3,3 pontos.

O IE, que em outubro do ano passado já batera seu pior nível histórico anterior (2,5 pontos), também caiu no Brasil, onde passou de 5,0 pontos no mesmo mês de 2008 para 3,9 em janeiro.

Já no ISA, a queda do Brasil foi acentuada, caindo de 7,3 para 4,7 pontos no mesm o período.

Nos dois índices, as melhores notas vão para o Uruguai e para o Peru, ambos com 4,4 pontos no IE e que com 7,0 e 6,8 pontos, respectivamente, no ISA.

O pior Índice de Expectativa é o da Venezuela (1,9 pontos), seguido pelo do Equador (2,3) e do México (2,3). EFE cm/jp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG