Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Clientes inquietos com boatos sobre o Bank of East Asia

Centenas de clientes, inquietos com os boatos de que o banco de Hong Kong Bank of East Asia (BEA) atravessa dificuldades, fizeram fila nesta quinta-feira diante das agências de Hong Kong e Cingapura para sacar o dinheiro de suas contas.

AFP |

De nada adiantou o banco ter negado na quarta-feira passar por um momento difícil.

Depois de registrar desvalorização de 6,9% na quarta-feira, as ações do banco chegaram a registrar alta de 5,2% nesta quinta na Bolsa de Hong Kong, com os investidores tentando demonstrar confiança na instituição.

"O Bank of East Asia (BEA) está a par dos rumores mal-intencionados que questionam sua estabilidade em mensagens de texto telefônicas (SMS)", destacou o banco em um comunicado.

"A diretoria do BAE afirma com a maior contundência que tais boatos carecem de fundamento. A direção confirma que a situação financeira do banco é saudável e estável", acrescenta o texto.

A origem do boato parece ser a exposição do BEA a ativos do banco americano Lehman Brothers, que pediu concordata, e da seguradora AIG, nacionalizada pelo governo dos Estados Unidos.

A exposição do BEA ao Lehman Brothers é de 54,2 milhões de dólares e no caso da AIG de US$ 6,3 milhões, segundo o próprio banco.

O BEA informou que recorreu à polícia e às autoridades financeiras de Hong Kong para conter os rumores.

gn/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG