Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Claro: Ebitda no 4tri08 cai 9,3%, para R$ 613 milhões

A operadora móvel Claro, unidade da mexicana América Móvil no Brasil, teve geração de caixa de R$ 613 milhões no quarto trimestre, o que representa uma queda de 9,3% em relação ao Ebitda no mesmo período do ano anterior. A companhia atribuiu a queda ao rápido crescimento da base de assinantes nos últimos meses do ano e aos custos relacionados à ampliação de clientes.

Agência Estado |

Já a receita líquida de outubro a dezembro cresceu 7,8% ante igual período de 2007, para R$ 3,089 bilhões. Assim, a margem Ebitda ficou em 19,8% nos últimos três meses de 2008, ante 23,6% um ano antes. As informações estão no demonstrativo do resultado trimestral da controladora América Móvil.

No acumulado de 2008, a Claro teve Ebitda de R$ 2,724 bilhões, um crescimento de 8,9% ante 2007. A receita líquida anual subiu 15,4%, para R$ 11,528 bilhões. O resultado final da empresa não estava disponível, tanto em relação ao quarto trimestre como aos 12 meses de 2008.

A Claro encerrou 2008 com 38,731 milhões de clientes no Brasil, alta de 28,1% em relação aos 30,228 milhões no encerramento de 2007. Do total da base no final do ano, 7,824 milhões eram pós-pagos e 30,907 milhões pré-pagos. A receita média por assinante no quarto trimestre de 2008 foi de R$ 25,00, abaixo dos R$ 28,00 de igual período de 2007.

"A tendência de preços menores que começou no Brasil em 2007 assim que introduzimos os serviços 3G continuou no ano passado, com o preço médio do serviço de voz caindo 25,8% no quarto trimestre comparado ao mesmo período do ano anterior. Apesar de a média de minutos falados ter subido 15,2%, isso não compensou completamente a redução de preços, levando a uma queda de cerca de 11,2% na receita média por assinante (Arpu)", explicou a empresa.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG