Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Citigroup critica quebra de contrato por parte do Wachovia

SÃO PAULO - O Citigroup divulgou nota hoje criticando duramente o anúncio de acordo de fusão entre o Wells Fargo e o Wachovia, dizendo que se trata de uma clara quebra do acordo de exclusividade firmado com a instituição. O Citi tinha fechado na segunda-feira um contrato preliminar para a compra das operações bancárias do Wachovia.

Valor Online |

No comunicado, o Citi ressalta que o acordo de exclusividade proíbe o Wachovia de fechar qualquer transação a não ser com o próprio Citi, e de participar de discussões ou negociações com terceiros.

Segundo agências internacionais, os conselheiros do Wachovia não discutem os termos de confidencialidade, mas argumentam que precisam cumprir seu dever fiduciário de fazer o melhor negócio para seus acionistas, mesmo que isso cause problemas legais.

No negócio com o Wells Fargo, o Wachovia será vendido por US$ 15,1 bilhões. No acordo firmado com o Citi, o preço de avaliação da instituição era de aproximadamente US$ 2,2 bilhões.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG