SÃO PAULO - O deputado Ciro Gomes (CE) voltou a cobrar o PSB sobre sua candidatura à Presidência nas eleições de outubro. Apesar de exigir uma postura audaciosa e idealista do partido, Ciro prometeu respeitar a decisão interna.

SÃO PAULO - O deputado Ciro Gomes (CE) voltou a cobrar o PSB sobre sua candidatura à Presidência nas eleições de outubro. Apesar de exigir uma postura audaciosa e idealista do partido, Ciro prometeu respeitar a decisão interna. "Jamais imaginei, após trinta anos de vida pública, viver uma situação política como a em que me encontro. A pouco mais de 60 dias do prazo final para as convenções partidárias que formalizam as candidaturas às eleições gerais de 2010, não consigo entender o que quer de mim o meu partido", afirmou o deputado. Com o objetivo de tentar conquistar adeptos à candidatura própria no PSB, Ciro observou que as alianças costumam a ser impostas de forma natural no segundo turno. Ele também criticou a polarização eleitoral"conveniente"entre PT e PSDB, que classificou de briga provinciana dos políticos de São Paulo. "Esta disputa pelo mero mando propiciado pelo poder, ou, pior, por seu aparelhamento patrimonialista e corrupto, só garante uma coisa: o Brasil não muda na sua essência de mais desigual entre todos os países do mundo organizado!", disparou Ciro. (Fernando Taquari | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.