Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chrysler desmente rumor de venda de marcas e unidades à Renault-Nissan

SÃO PAULO - A montadora norte-americana Chrysler negou hoje que esteja mantendo negociações para a venda de algumas de suas marcas e fábricas para a franco-japonesa Renault-Nissan e para a fabricante de autopeças canadense Magna. A notícia de que conversas neste sentido estariam acontecendo foi veiculada hoje por uma agência internacional.

Valor Online |

Entre as informações distribuídas estava a de que a Jeep seria uma das marcas a serem vendidas, o que foi desmentido pela Chrysler. "Isso é absolutamente falso", disse o presidente da montadora americana, Tom LaSorda, também de acordo com agências internacionais. "Nós não iremos separar as marcas da companhia", completou o executivo, que não descartou totalmente a possibilidade de venda de fábricas onde são produzidos modelos mais antigos. Mesmo assim, ele disse que nenhum comprador potencial apareceu neste momento de forte turbulência econômica.

"Eu gostaria de contar à imprensa diretamente o que está acontecendo, ao invés de pessoas colocarem rumores baseados em reportagens que, neste caso, não são saudáveis para a indústria", reclamou LaSorda.

Ao lado da General Motors, a Chrysler foi beneficiada por um pacote de salvamento do governo americano, pelo qual recebeu US$ 4 bilhões. Na última segunda-feira, entretanto, a montadora informou que tentará obter mais US$ 3 bilhões com o governo.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG