Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chrysler defende acordo com Fiat e necessidade de mais empréstimos públicos

WASHINGTON - O executivo-chefe da Chrysler, Bob Nardelli, defendeu em um vídeo divulgado nas últimas horas a aliança com a empresa italiana Fiat, assim como a necessidade de conseguir outros US$ 3 bilhões do Governo dos Estado Unidos.

Redação com EFE |

Nardelli, que divulgou sua mensagem por vídeo aos empregados da Chrysler na página de internet da companhia, assegurou que se o Departamento do Tesouro concede outros US$ 3 bilhões à companhia, o acordo com a Fiat poderia ser fechado de forma quase que imediata. "É importante destacar que os fundos do contribuinte americano nem irão para a Fiat", disse.

O Grupo Chrysler (integrado pelas marcas Chrysler, Jeep e Dodge) já recebeu US$ 4 bilhões em empréstimos por parte das autoridades federais americanas.

Leia tudo sobre: chrysler

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG