Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chinesa Baosteel aumenta o preço do aço para fevereiro

XANGAI (Reuters) - A siderúrgica chinesa Baoshan, do grupo Baosteel, aumentou os seus preços de aço para fevereiro, em relação ao que foi comercializado para janeiro, interrompendo uma queda de cinco meses nos preços, afirmaram nesta quinta-feira a mídia oficial da China e operadores do mercado. A companhia subiu em 100 a 200 iuans, por tonelada, os preços dos principais produtos processados em altas temperaturas, o que equivale a um aumento de 14,63 a 29,26 dólares, de acordo com periódico oficial chinês. O preço dos produtos chaves processados em temperaturas menores aumentou 300 iuans por tonelada.

Reuters |

Para janeiro, o preço de produtos processados em altas temperaturas foi 3.242 iuans (474,4 dólares). O aumento seria de 3 por cento a 6 por cento. Para janeiro, o preço do produto processado em temperaturas mais baixas foi 3.626 iuans. O aumento seria de 8 por cento.

O grupo Baosteel não comentou a notícia, que foi confirmada por operadores do mercado.

Um desses operadores duvidou que o aumento de preço signifique o início de uma retomada no setor. Segundo ele, o aumento é provavelmente uma correção, depois que os preços despencaram nos últimos meses. A Baosteel estaria tentando testar o mercado.

Ainda nesta semana, os meios de comunicação veicularam que outras siderúrgicas chinesas haviam aumentado os seus preços, depois de meses de declínio devido à queda da demanda numa economia que desacelera.

Os analistas citados, contudo, afirmaram que o clima no mercado ainda não era bom e pelo que parecia não se tinha como manter um ritmo de aumento de preços.

(Reportagem de Edmund Klamann)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG