Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chinalco injetará US$ 19,5 bi na Rio Tinto

Sydney (Austrália), 12 fev (EFE).- O grupo mineiro anglo-australiano Rio Tinto acordou receber uma injeção de capital no valor de US$ 19,5 bilhões da empresa estatal Chinalco, segundo confirmou hoje a firma australiana em comunicado.

EFE |

A imprensa estava há semanas especulando sobre a operação, especialmente nos últimos dias, quando o presidente do grupo anglo-australiano, Jim Leng, deixou o cargo devido a sua oposição a uma eventual fusão com a gigante estatal chinesa do alumínio, atualmente maior acionista da Rio Tinto.

O acordo com a Chinalco inclui a venda de ativos estratégicos em várias minas no valor de US$ 12,3 bilhões e de US$ 7,2 bilhões em bônus conversíveis.

A companhia estatal chinesa também terá direito a um assento no conselho da companhia, além de outro para um conselheiro independente.

"Juntos daremos valor às operações conjuntas e teremos mais opções para desenvolver e explorar novos projetos, especialmente nas economias emergentes", diz o diretor-executivo da Rio Tinto, Tom Albanese, na nota.

A Rio Tinto tem uma dívida estimada em US$ 39 bilhões, derivada da compra da Alcan em 2007, e há meses busca solução para pagá-la.

EFE mg/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG