SÃO PAULO (Reuters) - A China está planejando anunciar medidas para estimular a demanda interna em breve, o que ajudaria a contrabalançar a desaceleração global, disse a ministra da Economia da França, Christine Lagarde, neste domingo. Questionada sobre se as medidas de estímulo da China podem sair nas próximas semanas, ela respondeu que sim, sim, com certeza.

O presidente do banco central da China, Zhou Xiaochuan, disse no sábado que o país quer manter sua taxa de expansão econômica, que deve ser de 8 a 9 por cento em 2009.

As autoridades fizeram os comentários na reunião do G20 em São Paulo.

(Por Anna Willard)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.