Tamanho do texto

A China juntou-se ontem ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A China vai contribuir com US$ 350 milhões para financiar projetos de desenvolvimento na América Latina e Caribe, informa documento divulgado pelo BID.

"Estamos estimulados por trazer uma economia grande como a China para uma comunidade de nações que está trabalhando em conjunto para resolver os desafios complexos de desenvolvimento que enfrentam América Latina e Caribe", disse o presidente do BID, Luis Alberto Moreno. O país asiático tornou-se o 48.º membro do banco, baseado em Washington.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.