Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China será 1ª economia mundial em 2035, diz pesquisa

A economia da China vai superar a dos Estados Unidos, transformando-se na maior do mundo até 2035, e duplicará sua importância até 2050, de acordo com estimativas do economista Albert Keidel, do instituto Carnegie Endowment for International Peace, divulgadas nesta terça-feira.

AFP |

"Está claro que a performance econômica da China é mais do que um fenômeno passageiro", escreve Keidel.

Desde 2000, "seu crescimento econômico superou 10% anual, e continua sendo forte no primeiro semestre de 2008", acrescenta.

"Devido ao fato de que seu êxito durante as décadas passadas não esteve baseado nas exportações, mas na demanda interna, seu crescimento rápido pode continuar durante boa parte do século XXI, sem ser limitado pelo mercado mundial", explica.

Keidel, ex-economista do Banco Mundial e do Tesouro americano, ressaltou que o PIB chinês atual é de US$ 3 bilhões, contra US$ 14 bilhões dos Estados Unidos.

"Se a expansão chinesa se aproximar do ritmo de expansão de outros países do Extremo-Oriente em um estágio comparável de seu desenvolvimento, o poder das taxas de crescimento acumuladas transformará a economia da China, sem dúvida, em algo maior que a dos Estados Unidos, antes da segunda metade do século", segundo Keitel.

Em 2050, estima, o PIB chinês deve alcançar US$ 82 trilhões, contra US$ 44 trilhões dos Estados Unidos.

Leia mais sobre China

Leia tudo sobre: china

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG