Os investimentos diretos estrangeiros (IDE) na China, sem contar o setor financeiro, caíram 32,6% ao ano em janeiro, a 7,54 bilhões de dólares, anunciou o ministério do Comércio.

Também caiu muito no mês passado o número de empresas estrangeiras presentes no país, 48,7% a ritmo anual.

Em 2008, os IDE registraram alta de 23,6% anual, um crescimento 10 pontos maior que o de 2007, mas que sofreu uma desaceleração nos últimos meses do ano, quando a crise financeira recomendava prudência às empresas e manter liquidez, ao invés de investir, segundo os analistas.

wf-jg/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.