Superávit em conta corrente da China estava em 11% do PIB em 2007 e em 9% em 2008

selo

A China planeja políticas que poderiam reduzir o superávit em conta corrente como porcentagem do PIB para menos de 4% em um período de três a cinco anos, ante cerca de 5,8% em 2009, disse o vice-presidente do BC chinês (PBoC), Yi Gang, no úlyimo sábado sábado. "Eu acredito que o ajuste é necessário e nós estamos comprometidos a fazer nossa parte do ajuste", disse YI, em um seminário durante o encontro anual do Fundo Monetário Internacional (FMI). Ele referiu-se ao ajuste como contribuição para a redução dos desequilíbrios globais.

Yi Gang disse que o superávit em conta corrente da China estava em 11% do PIB em 2007 e em 9% em 2008. E espera que o número esteja próximo de 5% neste ano. Yi reiterou que a China está comprometida com a reforma de câmbio. "Eu realmente acredito que um regime de flutuação administrada, baseada no mercado, é melhor para a China e para o mundo". Mas Yi sugeriu que países desenvolvidos deveriam também fazer sua parte no ajuste dos desequilíbrios globais, apontando que o tamanho da economia chinesa ainda é menos de 40% da dos Estados Unidos. Ele disse que todos os membros do G-20 deveriam cada um "fazer sua parcela". As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.