Pequim, 22 - O Ministério da Agricultura da China informou no fim de semana que está tomando medidas para proteger os interesses dos produtores de leite e produtos derivados após a descoberta de que uma contaminação com substância química melamina não ocorreu apenas no leite em pó, mas também no leite líquido. Quase 53 mil crianças chinesas ficaram doentes após consumir leite em pó contaminado.

Cerca de 13 mil crianças continuam hospitalizadas e quatro morreram.

O ministério afirmou que irá monitorar de perto as vendas e o processamento de produtos lácteos e designar especialistas para ajudar os produtores a produzirem rações seguras e evitar o desenvolvimento de doenças nos rebanhos.

O governo também irá exortar as empresas locais de produtos lácteos a comprarem mais leite e irá estudar políticas para oferecer vários subsídios aos produtores.

Vários países, incluindo Bangladesh, Brunei, Burundi, Japão, Gabão, Malásia, Mianmar, Cingapura e Tanzânia, proibiram as importações de produtos lácteos da China ou tomaram outras medidas para limitar o consumo de leite proveniente da China. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.