Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China quer impedir comércio ambulante nos Jogos Olímpicos

Pequim, 23 jul (EFE).- Os postos de alimentação noturnos, as grelhas ao ar livre e a venda ambulante estarão proibidos nas imediações das instalações olímpicas e nas embaixadas em Pequim durante os Jogos Olímpicos, informou hoje a agência oficial Xinhua.

EFE |

Com o objetivo de melhorar a circulação e a imagem da capital, também serão aplicadas medidas enérgicas para os motoristas ilegais de motocicletas e jinriquixás (típico transporte puxado por uma pessoa).

As pessoas que fizerem pichações, colocarem cartazes ou distribuírem propaganda de maneira ilegal serão punidas, afirmou Dong Qijun, do escritório municipal de urbanismo.

Os aeroportos, a Praça da Paz Celestial, as grandes áreas comerciais e os pontos turísticos também serão vigiados, e os infratores poderão ser multados, detidos ou ter seus veículos rebocados.

Dong disse que seu escritório atenderá as queixas da população sobre os infratores e terá veículos para vigiar a cidade com esse objetivo.

As medidas se somam a várias outras iniciadas para melhorar a imagem de Pequim durante os Jogos, e algumas delas são bastante polêmicas.

Desde janeiro, as autoridades pequinesas se empenharam em "limpar" a cidade, expulsando das ruas mendigos, vendedores ambulantes, traficantes de drogas e prostitutas.

Por outro lado, os esforços para melhorar os "modos" dos pequineses, acostumados às aglomerações e a cuspir nas ruas, não estão mostrando muitos resultados. EFE tp/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG