A China pretende desenvolver com tecnologia própria o trem mais rápido do mundo, com uma velocidade máxima de 380 km/h, na linha que será criada entre Pequim e Xangai, informa o jornal China Daily.

Zhang Shuguang, engenheiro do ministério das Ferrovias, afirmou que o país tem a capacidade de desenvolver este trem, que permitirá reduzir a viagem a quatro horas, contra as 10 atuais.

"Dominamos as tecnologias fundamentais para fabricar trens de grande velocidade e fazer inovações", declarou Zhang ao jornal.

"É possível que comecemos a produzir trens que circulem a 380 km/h dentro de dois anos e que sejam utilizados na linha de grande velocidade Pequim-Xangai", acrescentou.

Graças à transferência de tecnologia ICE (Inter-City Express) alemã, criada por um consórcio dirigido pela Siemens, a China inaugurou pouco antes dos Jogos Olímpicos uma linha de trem capaz de alcançar 350 km/h entre Pequim e o porto vizinho de Tianjin.

frb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.