assumir responsabilidades em luta contra crise econômica - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China promete assumir responsabilidades em luta contra crise econômica

Pequim, 8 out (EFE).- O vice-primeiro-ministro chinês Zhang Dejiang assegurou na noite desta terça-feira que a China, que também foi sacudida pela crise econômica mundial, vai assumir suas responsabilidades nos esforços globais para combater a recessão.

EFE |

Apesar de a crise financeira não ter gerado pânico na China, o responsável governamental reconheceu que o país será "influenciado" pela recessão de Estados Unidos e Europa, e assegurou que Pequim aumentará a cooperação internacional para melhorar a situação.

Zhang, citado pela agência "Xinhua", fez estas declarações em um encontro com autoridades políticas da Alemanha, que destacaram que o desenvolvimento econômico do gigante asiático pode ser "vital" para combater a atual instabilidade da economia mundial.

Embora a China tenha ganhado a fama de resistir a grandes recessões em 1997, quando foi um dos países da região que não se viu afetado pela crise asiática, mostra atualmente sintomas preocupantes, como o fato de a Bolsa de Xangai ter perdido quase 70% de seu valor este ano.

Além disso, os desastres naturais e a recessão mundial levam os analistas a acreditar que o crescimento da economia chinesa se desacelerará este ano, e ficará "somente" entre 8% e 9%, contra 11,9% de 2007. EFE abc/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG