Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China pede a Japão e Coréia do Sul para somar esforços contra crise

Pequim - O governo chinês pediu nesta quinta-feira para somar forças durante a reunião de três lados que manterá no sábado com a Coréia do Sul e o Japão para que as três maiores economias asiáticas enfrentem a atual crise financeira.

EFE |

"China, Japão e Coréia do Sul são países de um grande peso na região", afirmou hoje o porta-voz de turno do Ministério de Assuntos Exteriores chinês, Liu Jianchao, ao se referir às três potências, motores da economia da Ásia.

"Trata-se de um encontro muito oportuno e importante", destacou, ao aludir ao encontro de sábado no sul do Japão entre líderes dos três governos.

"Esperamos que os três países possam somar esforços para enfrentar a atual crise financeira", acrescentou.

O primeiro-ministro japonês, Taro Aso, o premiê chinês, Wen Jiabao, e o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, se reunirão no dia 13 de dezembro na ilha japonesa de Kyushu, província de Fukuoka, oeste do país, para aprofundar a cooperação econômica entre os três governos.

As economias chinesa e sul-coreana, cuja base de crescimento é a exportação, estão sofrendo o impacto da crise que já afetou Estados Unidos, Europa e Japão, principais destinos de seus produtos.

Esta foi a primeira reunião de três lados entre estas potências asiáticas, cujo comércio representa dois terços da região, mas que mantêm tensões diplomáticas devido às agressões japonesas durante a Segunda Guerra Mundial, amenizadas desde que o ex-presidente japonês Junichiro Koizumi deixou o poder, em 2006.

"Acreditamos que, sob a atual crise financeira, a cooperação entre os três países e a reunião têm um grande significado", afirmou o porta-voz chinês.

Durante o encontro, os três líderes discutirão sobre cooperação econômica, financeira, cultural e investidor, e trocarão pontos de vista sobre assuntos regionais e internacionais.

Leia mais sobre crise financeira

Leia tudo sobre: crise financeira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG