O governo da China anunciou ontem diretrizes que regem o pagamento de bônus a executivos de empresas financeiras chinesas, juntando-se ao grupo de países que tentam desencorajar a tomada de riscos excessivos pelos bancos, alterando a forma como seus altos executivos são pagos. De acordo com as novas regras, os bancos terão de reservar pelo menos 40% de seus orçamentos para o pagamento de bônus para cobrir possíveis riscos futuros.

Após um período de três anos de retenção dos recursos, eles poderão, então, utilizar os fundos retidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.