Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China lança campanha para eliminar substâncias perigosas de alimentos

Pequim, 9 dez (EFE).- O Governo chinês iniciará amanhã uma campanha de segurança alimentar de quatro meses para garantir que todos os produtos estejam livres de substâncias perigosas e de níveis excessivos de aditivos, informou hoje o jornal estatal China Daily.

EFE |

Nove departamentos do Governo central chinês iniciarão a campanha, com o objetivo de limpar e regular o mercado, explicou o vice-ministro de Saúde, Chen Xiaohong.

A campanha contará com três fases. Na primeira, as empresas deverão corrigir os erros que encontrarem em seus produtos, e nas outras duas os funcionários governamentais deverão fiscalizar os produtores de "alto risco" e eliminar o fornecimento de substâncias perigosas que possam ser usadas em alimentos.

Segundo explicou Pu Changcheng, subdiretor da Administração Geral de Inspeção de Qualidade, Supervisão e Quarentena (AQSIQ), a carne, o leite e outros produtos ricos em proteínas são considerados de "alto risco", depois de um escândalo envolvendo leite adulterado no país terminar com a morte de seis crianças.

"O escândalo do leite contaminado mostra como a produção ilegal de produtos alimentícios não é um incidente isolado, mas sim muito freqüente na indústria", assinalou Chen. EFE trr/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG