Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China incentiva companhias aéreas a cancelar pedidos

SÃO PAULO - A China está incentivando as empresas aéreas do país a cancelar ou adiar as aquisições de novas aeronaves, diante da queda na demanda por viagens aéreas no país. Segundo um anúncio feito pela agência que regula a indústria de aviação civil chinesa, as empresas foram incitadas ainda a vender alguns aviões e a não renovar os contratos de aluguel de companhias estrangeiras. A partir do segundo semestre desse ano, a crise econômica global tem intensificado os efeitos negativos no desenvolvimento de nossa indústria de aviação civil. Nós encorajamos as empresas a cancelar ou adiar os pedidos de aviões cuja entrega está programada para 2009, disse a agência, em seu site.

Valor Online |

Nenhuma nova empresa do setor terá aprovação para operar antes de 2010 e as companhias aéreas devem, onde for possível, trocar os serviços de passageiros para os de frete, além de aposentar as aeronaves mais antigas.

Na maior aquisição chinesa recente, a Air China afirmou em julho que estava comprando 45 aeronaves Boeing. A Airbus diz que empresas chinesas fizeram pedidos de cerca de 140 aeronaves para serem entregues em novembro. Se as companhias chinesas acatarem esses conselhos, os setores aéreos europeu e norte-americano serão os mais afetados.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG