O vice-ministro de Comércio da China, Jiang Yaoping, anunciou que o governo considera medidas de represália à Argentina, por causa do crescente protecionismo contra os produtos chineses. Segundo a agência oficial de notícias Xinhua, ele também informou que as importações de óleo de soja argentino não serão retomadas, a menos que os exportadores argentinos "aumentem a qualidade e a segurança do produto".

O vice-ministro de Comércio da China, Jiang Yaoping, anunciou que o governo considera medidas de represália à Argentina, por causa do crescente protecionismo contra os produtos chineses. Segundo a agência oficial de notícias Xinhua, ele também informou que as importações de óleo de soja argentino não serão retomadas, a menos que os exportadores argentinos "aumentem a qualidade e a segurança do produto".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.