Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China e Grécia dividem atenções nos mercados da Europa

SÃO PAULO - Os agentes nas praças acionárias da Europa avaliam indicadores econômicos da China. As atenções se voltam também para a Grécia, que solicitou novas conversas sobre o plano de resgate fechado por líderes europeus e o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Valor Online |

SÃO PAULO - Os agentes nas praças acionárias da Europa avaliam indicadores econômicos da China. As atenções se voltam também para a Grécia, que solicitou novas conversas sobre o plano de resgate fechado por líderes europeus e o Fundo Monetário Internacional (FMI). Os investidores voltam a ficar inquietos com relação a Atenas, mesmo depois de o governo grego ter à disposição 30 bilhões de euros de países da zona do euro e de 10 bilhões de euros a 15 bilhões de euros do FMI. Esse pacote foi acertado no último fim de semana. Da China, os agentes receberam, por exemplo, o crescimento de 11,9% da economia do país no primeiro trimestre deste ano bem como o aumento no índice de preços ao consumidor e ao produtor. Minutos atrás, o londrino FTSE-100 tinha elevação de 0,26%, para 5.811,25 pontos. O CAC-40, de Paris, registrava valorização de 0,20%, somando 4.065,64 pontos. Em Frankfurt, no entanto, o DAX cedia 0,02% e estava em 6.277,37 pontos. (Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)
Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG