Pequim - O Banco Central da China confia em que o plano de resgate de US$ 700 bilhões aprovado em Washington salve dos apuros as entidades financeiras ameaçadas pela crise econômica e sirva para estabilizar os Estados Unidos e os mercados financeiros globais.

Segundo um porta-voz do Banco da China citado pela agência oficial de notícias chinesa "Xinhua", a entidade espera que o plano de resgate seja implementado o mais rápido possível, consiga resultados positivos e devolva a confiança aos investidores.

Afirmou que tanto o Banco da China como "outros departamentos reguladores chineses tinham projetado vários planos de resposta para evitar ou reduzir o impacto da crise financeira americana na economia chinesa".

Ressaltou que "os fundamentos da economia chinesa permanecem invariáveis e seu mercado financeiro continua estável e com uma liquidez geral adequada".

"Estamos plenamente convencidos do desenvolvimento da economia chinesa e da estabilidade de nosso mercado financeiro", acrescentou.

Mostrou, além disso, a total predisposição do Banco Central da China de "reforçar a coordenação e cooperação com os EUA e outras economias para enfrentar as dificuldades atuais".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.