Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China deixará de importar ferro da Vale por causa de aumento de preços, diz jornal

XANGAI - A China deixará de importar ferro da Vale do Rio Doce por causa dos planos da companhia brasileira de aumentar os preços anuais do produto para o mercado chinês em até 86% com relação a 2007, publicou hoje o jornal Shanghai Daily.

EFE |

Acordo Ortográfico A Associação do Ferro e do Aço da China, representante da maior parte das grandes aciarias estatais do país asiático, afirmou que a produção chinesa substituirá o ferro brasileiro.

Para a Associação, esta decisão, com a qual já ameaçou a Vale na última semana, é "razoável" diante da fraca demanda de aço tanto no mercado nacional como no internacional, além das "vantagens" quanto a preço e qualidade que oferecem os produtos chineses.

A Vale fixou em fevereiro passado os preços anuais para o país asiático, com um aumento de 65% para 71%, segundo os produtos, mas no início deste mês decidiu voltar a aumentá-los, algo pouco habitual, o que a Associação viu como um enfraquecimento das regras internacionais de negociação dos preços do ferro.

As tarifas de Vale para as aciarias chinesas sempre foram mais baixas que as de seus concorrentes, a BHP Billiton e a Rio Tinto, que controlam 50% das vendas de ferro na Ásia e que fixaram em julho um aumento dos preços para a China de 79,88% a 96,5% com relação a 2007.

A tentativa da Vale de aumentar seus preços para a China poderia responder a uma estratégia para se posicionar ante as negociações das tarifas para os dois próximos anos, afirmam analistas.

Leia mais sobre siderurgia

Leia tudo sobre: chinasiderurgiavale

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG