Previsão de Zhang Yutai, diretor do Centro de Pesquisa Econômica, indica que a China terá um segundo semestre forte e estável

A economia da China terá um segundo semestre forte e estável, caminhando para a meta de crescimento em todo o ano de 10% a 11%, disse um importante economista do governo.

A previsão de Zhang Yutai, diretor do Centro de Pesquisa Econômica, um instituto do Gabinete, é mais otimista que a de muitos economistas independentes e também de alguns analistas do governo, que estão na faixa de 9% a 10%.

"Considerando que o gasto fiscal atinja sua meta de aumento de 11,4% neste ano, o PIB (Produto Interno Bruto) de 2010 será de cerca de 10%", afirmou ele ao jornal Shanghai Securities News.

"Se o gasto fiscal superar 11,4% e as demandas externa e doméstica não caírem fortemente no segundo semestre, então o PIB deste ano deve crescer cerca de 11%."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.