Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China corta imposto de carro novo e reduz gasolina

O Conselho de Estado da China aprovou uma redução pela metade no imposto sobre a compra de automóveis novos e anunciou que irá alocar 10 bilhões yuans (US$ 1,46 bilhão) para o desenvolvimento de novas tecnologias automotivas nos próximos três anos. O imposto foi reduzido de 10% para 5% e será válido para carros com motores de até 1.

Agência Estado |

6 litro. A nova alíquota será aplicada a partir de 20 de janeiro e deve vigorar até o final do ano, de acordo com comunicado divulgado na página de internet do governo central chinês. A redução no imposto foi aprovada no mesmo dia em que Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China reduziu entre 2% e 3% os preços da gasolina e do diesel, decisão válida a partir da meia-noite de hoje (horário local).

O comunicado do Conselho de Estado também informou que o governo irá alocar 10 bilhões yuans para estimular avanços tecnológicos e o desenvolvimento de veículos movidos a energias alternativas nos próximos três anos. A partir de março, o governo também irá oferecer 5 bilhões de yuans em subsídios para encorajar os moradores das zonas rurais a substituir seus carros antigos. O governo também quer melhorar as condições financiamento para a compra de veículos.

As vendas de veículos aumentaram 6,7% no país em 2008, pondo fim a uma década de crescimento de dois dígitos no segundo maior mercado automobilístico do mundo após os EUA. Em dezembro, as vendas recuaram 11,6% ante o mesmo período de 2007, o quarto declínio mensal em um período de cinco meses. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG