Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

China concede licenças para telefônicas venderem celulares com tecnologia 3G

Pequim, 7 jan (EFE).- Pequim deu hoje sinal verde à muito esperada terceira geração (3G) de telefones celulares com a concessão oficial das licenças às três maiores operadoras do país asiático, o maior mercado do mundo neste setor, com cerca de 600 milhões de usuários.

EFE |

Segundo um comunicado publicado hoje pelo Ministério da Indústria e de Tecnologias da Informação, a China Mobile receberá uma licença para a tecnologia TD-SCDMA, o padrão desenvolvido pela China.

Às outras duas empresas foram concedidas licenças para tecnologia estrangeira, de forma que a China Telecom poderá usar a tecnologia americana CDMA2000 e a China Unicom contará com a européia WCDMA.

Espera-se que a decisão leve a um investimento de bilhões de dólares para a criação de novas redes.

As redes 3G de alta velocidade permitem downloads mais rápidos, a realização de videochamadas e a visualização de programas de TV nos celulares.

O Ministério chinês também emitiu hoje 23 novas regras que detalham os requisitos para operar redes 3G em aspectos como concorrência no mercado, direitos dos consumidores, proteção da informação e tarifas.

A emissão das licenças 3G, aprovada no dia 31 de dezembro pelo Conselho de Estado (Executivo chinês), gerará um investimento direto de 280 bilhões de iuanes (US$ 41 bilhões) para a criação de novas redes no setor durante os próximos dois anos.

O anúncio da emissão de licenças gerou aumentos nos últimos dias nas bolsas da China e de Hong Kong, lideradas pelas principais empresas chinesas de telefonia.

Um diretor da China Mobile, a maior operadora chinesa, disse à agência de notícias "Xinhua" que a prioridade da empresa é agora o desenvolvimento da tecnologia TD-SCDMA, para o qual já iniciaram a construção de novas redes que cobrirão todas as cidades chinesas em 2011. EFE mz/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG