Tamanho do texto

PEQUIM (Reuters) - A China apertou nesta quarta-feira seu gerenciamento sobre a entrada de capitais, com o objetivo de limitar o fluxo especulativo de moedas estrangeiras. Em um anúncio em seu site na Internet, a Administração Estatal de Câmbio afirmou que exportadores deverão a partir de 14 de julho depositar suas receitas de exportações em contas temporárias para que autoridades possam analisar que entradas são realmente relacionadas a transações comerciais e não estão sendo infladas.

O aperto acontece em um momento de crescente preocupação com a entrada de recursos destinados à especulação, que ajudou a aumentar as reservas chinesas em moedas estrangeiras para 1,8 trilhão de dólares.

(Reportagem de Zhou Xin)