Tamanho do texto

O governo da presidente chilena Michelle Bachelet anunciou um plano de US$ 4 bilhões para combater os efeitos da crise global. O objetivo é garantir condições para que a economia do Chile cresça de 2% a 3% em 2009.

O pacote prevê geração de 100 mil postos de trabalho.

O volume de dinheiro destinado ao programa anticrise equivale a 2,8% do PIB do país. Esta será a primeira vez que o Fundo de Estabilização Econômica e Social (FEES), criado em 2006, será acionado como fonte de financiamento. Parte do dinheiro necessário para o plano de Bachelet provirá do FEES, que conta hoje com US$ 19 bilhões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.