Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chery pára conversas com Chrysler sobre carros na América do Sul

XANGAI (Reuters) - A montadora chinesa Chery Automobile suspendeu negociações com a Chrysler para vender carros na América do Sul, informou um porta-voz da companhia nesta terça-feira. A Chery também não tem planos para comprar ativos nos Estados Unidos, informou o chairman da empresa, citado pela mídia estatal chinesa.

Reuters |

Em julho de 2007, a Chery e a terceira maior montadora dos Estados Unidos concordaram em produzir carros compactos sob a marca da Chrysler que seriam vendidos nas Américas e as duas partes chegaram a negociar a execução do plano.

"Nós decidimos agora encerrar as conversas por causa das mudanças estratégias internas de cada companhia", afirmou o porta-voz da Chery, Jin Yibo, à Reuters, nesta terça-feira.

A Nissan Motor tinha acertado em abril produzir um carro subcompacto para a Chrysler para venda na América do Norte. A Chrysler também manteve discussões com a chinesa Great Wall Motor sobre uma parceria.

A Chery também tinha um acordo inicial com a italiana Fiat para criar uma joint-venture de veículos na China, cuja data inicial para início da produção está marcada para o próximo ano. Mas Jin afirmou que ambas as partes ainda estão conversando.

A Chery deve embarcar mais de 140 mil veículos este ano, principalmente para os mercados emergentes. A empresa vendeu 119.800 unidades no exterior em 2007.

A montadora chinesa obteve empréstimo de 1,45 bilhão de dólares do Import-Export Bank of China esta semana e usará o dinheiro para melhorar a qualidade de seus produtos em vez de tentar comprar ativos automotivos nos Estados Unidos, disse o chairman Yin Tongyao, ao Shanghai Securities News.

(Por Fang Yan)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG