Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Cheques sem fundos em maio têm menor nível desde 2004

Segundo Serasa Experian, consumidor tem recorrido menos ao parcelamento com cheques pré-datados

iG São Paulo |

A inadimplência com cheques teve em maio o menor nível para o mês dos últimos seis anos. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pela Serasa Experian, o índice fechou o mês em 1,86%, o menor patamar para maio desde 2004.

No acumulado do ano, os volume de cheques sem fundos caiu 1,90%, o menor percentual registrado desde 2006.

“Os recuos verificados na inadimplência com cheque se devem à recuperação da qualidade neste instrumento. Em um ambiente de endividamento crescente, o cheque promove agilidade no registro da inadimplência, por meio de sua devolução”, explicou a Serasa.

A pesquisa pontua, ainda, que o consumidor tem evitado o parcelamento com cheque pré-datado, já que o instrumento oferece prazos menores de financiamento e não conta com opção de amortização menor que o valor acordado, como fazem os cartões de crédito.

Embora tenha registrado o menor nível do mês desde 2004, a perspectiva é de que a inadimplência com cheques sofra algum impacto, por conta do volume de vendas do Dia das Mães, da Copa do Mundo e do Dia dos Namorados.

“De qualquer forma, a inadimplência com cheques fechará o ano menor que a registrada em 2009”, completou a Serasa.

Leia tudo sobre: inadimplênciachequessem fundos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG