Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Cheques sem fundos crescem 20%

O número de cheques sem fundos cresceu 20,5% no mês passado, na comparação com janeiro de 2008. Pesquisa divulgada ontem pela Serasa Experian mostra que a cada mil cheques compensados, 22,9 cheques foram devolvidos pela segunda vez por insuficiência de fundos em todo o País.

Agência Estado |

Em janeiro de 2007, foram 19 devoluções a cada mil cheques. Para técnicos da Serasa o aumento da devolução de cheques reflete os efeitos da crise financeira mundial.

Segundo a pesquisa, foram devolvidos 2,41 milhões de cheques por falta de fundos, de um total de 104,98 milhões de compensados no mês passado.Já em janeiro de 2008, foram compensados 128,38 milhões de cheques, dentre os quais 2,44 milhões foram devolvidos.

Os técnicos da Serasa afirmam que o aumento do número de cheques sem fundos se deve ao choque de crédito que houve no último trimestre de 2008, com a redução da liquidez que se seguiu ao agravamento da crise financeira internacional.

A menor oferta de crédito levou o varejo a privilegiar o parcelamento das vendas com a aceitação de cheques pré-datados. Segundo a Serasa, nos estabelecimentos menos organizados financeiramente o pré-datado não é visto como venda a prazo e é confundido com o cheque à vista, o que amplia o risco das transações.

Além disso, os técnicos da Serasa ressaltam que a inadimplência foi favorecida ainda pelo fato de a população estar mais endividadas e pressionadas pela concentração de despesas no início do ano, como pagamento de impostos (IPTU e IPVA) e despesas com matricula e mensalidades escolares.

Os Estados com maior número de cheques devolvidos a cada mil compensados no mês passados são Acre (110,9) e Amapá (106,6). Por outro lado, São Paulo apresentou a menor relação entre cheques compensados e devolvidos: 17,7.

De acordo com a Serasa, 20 Estados e o Distrito Federal apresentaram índice de devolução de cheques acima da média nacional (22,9).

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG