BRUXELAS (Reuters) - O diretor do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, disse nesta quarta-feira que está preocupado porque os países não estão trabalhando juntos e de maneira rigorosa para superar a crise econômica global. Trabalhando juntos poderemos estabelecer a base para um crescimento mais estável e forte, disse Strauss-Kahn a um comitê do Parlamento europeu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.