Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chávez venderá petróleo à Espanha por 100 dólares o barril

A Venezuela venderá à Espanha cerca de 10 mil barris de petróleo diários, a 100 dólares o barril, em troca da importação de material médico e de outros bens, revelou neste sábado o presidente venezuelano, Hugo Chávez.

AFP |

Os 400 milhões de dólares decorrentes da venda de petróleo serão depositados em uma conta bancária de Madri, e servirão para pagar as importações da Venezuela, disse Chávez em entrevista ao canal estatal TVE.

"É um elemento que pode nos permitir no futuro criar uma nova arquitetura financeira internacional. São ensaios, e acredito que estamos no tempo de inventar medidas de cooperação", estimou Chávez.

"Isto vai nos permitir importar alimentos, equipamento médico e tecnologia eólica, que é de grande interesse para nós".

Chávez destacou que o acordo foi acertado durante sua reunião com o chefe de governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, nesta sexta-feira em Madri.

O barril de petróleo era cotado a 125 dólares na sexta, após atingir os 147 dólares no dia 11 de julho.

A Venezuela vende petróleo a preço reduzido a vários países da América Latina, entre eles Cuba.

Chávez anunciou ainda um acordo para ampliar a presença do grupo hispano-argentino Repsol YPF na rica região petroleira do Orinoco.

"Este petróleo irá para a Espanha, e dou uma boa notícia aos espanhóis: têm garantido por 100 anos o fornecimento de petróleo, porque na Venezuela há petróleo para 200 anos", disse à TVE.

A visita de Chávez à Espanha é a última etapa de seu giro pela Europa, que incluiu ainda Rússia, Bielo-Rússia e Portugal.

ds/LR

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG