Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chávez propõe plano de emergência alimentar financiado com fundo do petróleo

Tucumán (Argentina), 1 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, propôs hoje, dentro da Cúpula do Mercosul realizada na cidade argentina de Tucumán, a criação de um plano de emergência para produzir alimentos financiado com recursos do petróleo.

EFE |

A proposta, disse, inclui destinar ao fundo US$ 1 para cada barril de petróleo vendido acima dos US$ 100, o que, só com as contribuições venezuelanas, representaria cerca de US$ 920 milhões por ano, já que a Venezuela exporta 2,8 milhões de barris diários de petróleo.

"Estamos dispostos a fazer isso a partir de agora", disse Chávez, que condicionou a proposta à criação de um instrumento estatal para tramitar o plano.

O objetivo, disse, é investir a estratégia atual e "transformar o petróleo em alimentos".

O líder venezuelano aproveitou seu discurso para insistir em suas chamadas à integração regional, com projetos como o Banco do Sul que, reconheceu, "está lento".

Chávez reiterou sua proposta de criar um "fundo financeiro sul-americano" com as reservas internacionais dos países da região.

"Se deixarmos isso nas mãos dos técnicos, estamos liquidados, isso é um problema político e é preciso audácia política", afirmou.

Na mesma linha, disse, é preciso avançar na formação do Petrosul, uma "Opep sul-americana", comentou, em referência à Organização dos Países Exportadores de Petróleo, integrada por empresas estatais.

"Temos uma potência nesta matéria, não vamos desperdiçar", disse.

EFE mar/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG