imprevisível - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chávez diz que comportamento dos preços do petróleo em 2009 é imprevisível

Caracas, 24 dez (EFE).- O presidente venezuelano, Hugo Chávez, indicou hoje que é uma dúvida como se comportarão os preços do petróleo no próximo ano.

EFE |

"Os preços do petróleo continuam caindo; ainda não há previsão sólida sobre como se comportarão em 2009", disse Chávez na saída da missa do Natal à qual assistiu em uma igreja de Caracas acompanhado por boa parte de seu gabinete e do alto comando militar.

O presidente acrescentou que, diante dessa incerteza, seu Governo está desenhando "diversos cenários" para ficarem prontos quando algum deles se apresentar.

Também reiterou que alguns setores da oposição são iludidos se pensam que uma derrubada prolongada dos preços do petróleo poderia tirá-lo da Presidência.

"Aqueles que esfregam as mãos pensando que a crise vai acabar com Chávez estão bem equivocados", disse o governante.

"Estamos à frente de uma crise que, como disse um analista, é como um vírus mutante, que vai mudando dia após dia", acrescentou.

"Sem dúvida que esta crise é a maior da história econômica do mundo e vai nos atingir, mas ainda não fez isso, graças às medidas que há dez anos a revolução veio tomando", ressaltou o líder.

Chávez comparou a febre consumista que se vive nas ruas venezuelanas com a angústia que, em sua opinião, reina em muitos países europeus e em outras partes do mundo industrializado.

"É preciso comparar o que está passando em meio mundo e o que acontece na Venezuela. Em muitos países da Europa há gente que não tem dinheiro para nada. O desemprego está galopando na Europa, mas aqui as ruas estão cheias de gente", destacou. EFE rr/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG