SÃO PAULO - É necessário que o preço do barril de petróleo se estabilize em um valor correto, que deveria ser ao redor de US$ 100, defendeu o presidente venezuelano Hugo Chávez nesta quinta-feira em Lisboa. Ele reuniu-se com o presidente português Aníbal Cavaco Silva no Palácio de Belém.

Chávez lamentou as fortes flutuações do preço do cru e lembrou que, quando chegou ao poder na Venezuela em 1998, o barril custava US$ 7. Na opinião dele, a origem da escalada na cotação do produto se deve ao efeito especulativo.

A agenda do dirigente venezuelano em Lisboa inclui encontros com o ex-presidente português Mario Soares e com o mandatário de Cabo Verde, Pedro Pires.

Leia mais sobre petróleo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.