Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Chanceler chileno descarta candidato do país para Secretaria da Unasul

Santiago do Chile, 20 ago (EFE) - O chanceler chileno, Alejandro Foxley, disse hoje que o país não tem a intenção nem se propôs a postular um candidato para a Secretaria Executiva da União de Nações Sul-americanas (Unasul), mas apoiaria uma postulação de consenso.

EFE |

"Nós não vamos colocar nem estamos colocando nenhum candidato nacional para esse cargo, mas vamos ajudar a construir o consenso", destacou o chanceler em declarações a jornalistas.

Desta forma, o chefe da diplomacia chilena descartou versões de imprensa que mencionavam o embaixador chileno em Buenos Aires, Luis Maira, para ocupar a Secretaria do organismo.

Foxley lembrou que o Chile ocupa a Presidência temporária do grupo sub-regional e acrescentou que encomendaram ao país fazer "um esforço para construir um consenso".

Ele acrescentou que, para conseguir isso, "não é a melhor forma que alguém coloque um candidato do próprio país, porque ocorre um certo conflito de papéis" que será evitado "sistematicamente", ressaltou.

Para a cúpula de presidentes da Unasul, que será realizada entre 21 e 22 de outubro em Viña del Mar "a idéia é chegar com um nome pactuado", recalcou Foxley. EFE mw/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG