Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ceticismo prevalece e bolsas de Nova York fecham em baixa

NOVA YORK - Depois do rali de ontem motivado pela redução do juro americano para praticamente zero, hoje a sessão foi volátil e as bolsas de Nova York fecharam em sentido contrário, com ponderações mais pessimistas sobre a redução do poder de fogo do Federal Reserve para estimular a economia dos Estados Unidos. O Dow Jones fechou em queda de 1,12%, aos 8.824 pontos. O Standard & Poor´s 500 cedeu 0,96%, para 904 pontos. O Nasdaq Composite terminou aos 1.579 pontos, com recuo de de 0,67%.

Valor Online |

As ações da Apple caíram 6,57% (US$ 89,16) devido ao aumento de rumores sobre a saúde do presidente da companhia Steve Jobs. Já os papéis da varejista Macy's avançaram 18,18% (US$ 10,01) com o afrouxamento de uma linha de crédito de US$ 2 bilhões com o intuito de aumentar as vendas.

Já as ações do Morgan Stanley recuaram 2,29% (US$ 16,50) após o banco reportar prejuízo de US$ 2,24 por ação com operações continuadas no último trimestre, mais do que as estimativas de US$ 1,15 de perda para o período.

Também caíram as ações de petrolíferas. Mesmo com o corte da cota de produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) em 2,2 milhões de barris diários, os preços da commodity caíram, mostrando ceticismo dos agentes em relação à retomada de preços do produto. As ações da Chevron caíram 2,77% (US$ 76,82) e as da ExxonMobil cederam 2,50% (US$ 81,06)

Leia tudo sobre: bolsas eua

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG