Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Cesta básica continua em alta em 14 capitais

SÃO PAULO - O preço da cesta básica voltou a subir em 14 das 16 capitais, revelou, nesta sexta-feira, pesquisa do Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) referente ao mês de julho ante junho. Apenas Goiânia e Recife apresentaram valores menores no conjunto de produtos alimentícios essenciais ao brasileiro.

Redação |

As maiores elevações foram apuradas em Curitiba (7,35%), Salvador (5,45%) e Porto Alegre (5,09%), e as menores em Natal (0,11%), Florianópolis (0,16%) e João Pessoa (0,24%).

Pelo terceiro mês consecutivo, a capital gaúcha continua com a cesta básica mais cara do País (R$ 259,29), sendo seguida por São Paulo (R$ 252,13). João Pessoa (R$ 194,90) e Salvador (R$ 195,65) registraram os menores preços.

Salário mínimo

Com base na Constituição e no preço da cesta básica gaúcha de julho, o salário mínimo deveria ser de R$ 2.178,30. O valor é necessário para suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência. O número representa 5,25 vezes o piso em vigor (R$ 415,00). Em julho de 2007, essa relação era de 4,44 vezes.

O tempo de trabalho para adquirir os gêneros alimentícios previstos na cesta também apresentou alta. Na média das 16 capitais, o trabalhador remunerado pelo salário mínimo precisou, em julho, cumprir jornada de 117 horas e 08 minutos para comprar a cesta básica, enquanto no mês passado era de 115 horas e 25 minutos. Em comparação com julho de 2007, o tempo necessário era de 25 horas a menos.

Alimentos

No mês de julho, em relação a junho, não houve altas sistêmicas, variando o comportamento de região para região.

Entre os preços que mais se eleveram em julho ante o mês anterior, destacam-se a carne bovina - produto de maior peso na cesta -, o leite e o feijão. Açúcar e óleo de soja tiveram queda na maioria das capitais pesquisadas.
 

Leia tudo sobre: cesta básica

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG