São Paulo, 30 - O preço do leite pago ao produtor em abril, referente à produção de março, teve alta de 11,8%, acréscimo de R$ 0,08 por litro em relação ao mês anterior. A média nacional de preço foi de R$ 0,76 por litro na avaliação do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).

São Paulo, 30 - O preço do leite pago ao produtor em abril, referente à produção de março, teve alta de 11,8%, acréscimo de R$ 0,08 por litro em relação ao mês anterior. A média nacional de preço foi de R$ 0,76 por litro na avaliação do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP). De janeiro a abril a alta no preço do leite foi de 27%, a maior para o período desde 1995. No mesmo período de 2009, a alta foi de 4,9% e em relação a abril do ano passado, o aumento foi de 21,4%. A pesquisa é feita nos Estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Bahia. De acordo com os pesquisadores do Cepea, a valorização do leite ao produtor foi resultado da seguida redução na oferta do produto em todas as regiões pesquisadas. Com isso, houve queda na captação de leite. No início deste ano, a captação foi prejudicada por fatores climáticos. Segundo pesquisadores do Cepea, nesta época do ano geralmente se observa queda na produção de leite, por causa da menor produção de pastagens. O Cepea avalia, no entanto, que os baixos preços do concentrado e as recentes valorizações do leite podem incentivar produtores a investir em alimentação, o que poderia gerar uma recuperação na produção de leite. A maior média de preços pagos ao produtor foi em Minas Gerais, alta de 12%, para R$ 0,784 por litro em relação a março. Na mesma comparação, Goiás teve alta de 12,3%, média de preços de R$ 0,767/litro; São Paulo, acréscimo de 13,04%, média de 0,752/litro; Rio Grande do Sul, 11,8% maior, com média de R$ 0,727/litro; Santa Catarina, aumento de 8,5%, para R$ 0,745/litro; Paraná, alta de 10,7%, média de R$ 0,749/litro e na Bahia, acréscimo de 10,3%, para R$ 0,661/litro. <b>Captação</b> - Em março o ¿?ndice de Captação de Leite do Cepea (ICAP-Cepea) foi 3,4% menor que em fevereiro. Mas na comparação com o mesmo período do ano passado foi 3,4% maior. Segundo o Cepea a redução da captação de leite em 2010 foi mais rápida e intensa do que no ano passado. O volume captado em março foi 7,3% menor em relação a janeiro de 2010. Na mesma comparação em 2009, a queda foi de 6,5%. No primeiro trimestre deste ano, o aumento foi de 3,5% ante o mesmo período de 2009. <b>Derivados</b> - O preço do leite UHT negociado no atacado em São Paulo teve alta de 14,7%, em relação a março, com média de R$ 1,71/litro e 27,2% no acumulado de janeiro a março. Em relação a março, o queijo mussarela valorizou 7,04%, para 9,69/Kg e o queijo prato teve alta de 2,4%, média de R$ 11,44/Kg. O leite pasteurizado subiu 4,9%, média de R$ 1,27/litro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.